sexta-feira, 5 de setembro de 2014

Para o Amor a gente sempre dá um jeito…

como eu te amo

Faz tempo que não falo de Amor. Tenho andado ocupada (nunca desapaixonada). Meu amor é que me move.

Existem mitos sobre o Amor que precisam ser superados. Idade, por exemplo. Amor é exclusividade da juventude? Existe idade para amar? Não. Ama-se igualmente em qualquer idade, em todas as estações, com a mesma intensidade. E ainda: ama-se o proibido, o condenável, o impensável… O amor é desafiador, abalador de qualquer estrutura.

Fico pensando naquelas pessoas que se dizem certinhas, daquelas que contam e escolhem as palavras antes de pronunciá-las, que medem e avaliam os obstáculos antes de tentar ultrapassá-los… Será que já tiveram uma paixão avassaladora? Duvido. Já teriam revisto seus valores…

Nunca vi nada mais eloquente e poderoso do que o Amor! É mágico. Capaz de transformar aquela tarde monótona e cansativa, no trabalho, em uma tarde iluminada e feliz, apenas com um simples telefonema ou uma mensagem de texto no celular (para mim, nada substitui ouvir o som da sua voz!). Só em saber que há alguém que está pensando na gente, com carinho, naquele momento… Ah! Quer coisa melhor?!

Ninguém precisa sair por aí gritando aos sete ventos que ama e é amado, (embora isso seja pra lá de desejado!). Em boca fechada não entra mosca. E o segredo é mesmo a alma do negócio. Em determinados relacionamentos, tais ditos populares se aplicam muito bem. Afinal, para quem é como eu, que não gosta de ninguém dando palpites na sua vida, melhor evitar a exposição desnecessária.

Mas cada um é cada um, e somente a própria pessoa saberá o que é o melhor para si. Só vale lembrar que, no caso, a melhor escolha é para dois, para ambos, e tudo deve ser bem combinado antes de assumirem para o mundo. A internet é ótima para se encarregar desta divulgação! As redes sociais estão aí mesmo, não é?

Viver um Amor intensamente não tem idade, não tem opção, não tem religião, não tem cor, não tem nada que dê conta! Só dois corações apaixonados e entregues um ao outro. 

Se o seu coração está vago, cuidado! Bem capaz de se apaixonar! Estarei na torcida. É mesmo uma aventura maravilhosa.

Corra esse risco.

Amor-verdadeiro

A medida do amor é amar sem limites(Santo Agostinho)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade única dos seus autores e não expressam, necessariamente, a opinião do blog.