quinta-feira, 19 de janeiro de 2017

Ser feliz é para…

flor(Imagem: Reprodução)

Qual foi o seu dia mais feliz?

Taí uma coisa difícil de responder. A gente até faz uma lista dos momentos e dias felizes, mas escolher o mais feliz de todos é mesmo muito complicado.

Um foi bem feliz e importante, porque você conheceu o amor da sua vida… Mas e o dia que vocês se casaram? E o que dizer do dia que seu primeiro filho nasceu? Muito feliz, sem dúvida. Mas e o outro dia em que o outro filho nasceu, anos depois? E o dia da formatura? Da compra do carro novo?

Datas marcantes não são marcantes à toa. São dias especiais, em que aconteceram coisas especiais. Mas o que dizer daquele dia banal, mas que tudo deu certinho: o ônibus não atrasou, o almoço estava uma delícia, você recebeu um elogio do chefe, um abraço inesperado, um café reconfortante e uma cama quentinha e macia estava lhe esperando, para o descanso merecido? Certamente um dia feliz por demais…

A vida da gente é cheia deles: dias felizes. Alguns os percebemos, outros não. Geralmente não costumamos valorizar os “banais”, mas eles também existem e contam.

Família reunida na hora da refeição: dia feliz. Poder ainda abraçar seus avós: dia feliz. Ter amigos para contar as novidades ou dividir os problemas: dia feliz. Ter trabalho, ter força e saúde para trabalhar: dias felizes. Olhar os filhos dormindo: noite feliz. Ver os filhos crescendo e participar das suas vidas: vida feliz! Ter alguém para amar e ser amado da mesma forma: ser imensamente feliz…

Realmente não precisamos escolher o dia mais feliz das nossas vidas. Basta que valorizemos nossas pequenas (e grandes) conquistas diárias, para que percebamos que já somos privilegiados.

Viver é para os fortes. Ser feliz é para os corajosos. Ou sábios.

simples1(Créditos na imagem)

Um comentário:

  1. Ser feliz é uma questão de escolha, realmente muito simples.

    ResponderExcluir

Os comentários são de responsabilidade única dos seus autores e não expressam, necessariamente, a opinião do blog.