quarta-feira, 16 de janeiro de 2013

Já dizia Nelson Cavaquinho…

flores1

“…Sei que amanhã
Quando eu morrer
Os meus amigos vão dizer
Que eu tinha um bom coração
Alguns até hão de chorar
E querer me homenagear
Fazendo de ouro um violão
Mas depois que o tempo passar
Sei que ninguém vai se lembrar
Que eu fui embora
Por isso é que eu penso assim
Se alguém quiser fazer por mim
Que faça agora.
Me dê as flores em vida
O carinho, a mão amiga,
Para aliviar meus ais.
Depois que eu me chamar saudade
Não preciso de vaidade
Quero preces e nada mais”

"Se pudéssemos ter consciência do quanto nossa vida é passageira, talvez pensássemos duas vezes antes de jogar fora as oportunidades que temos de ser e de fazer os outros felizes!"

amor correspondido

Estamos esperando o quê, hem?! Vamos viver de verdade. Afinal, cada minuto não se repetirá.

E mandemos flores, cartas de amor, mensagens melosas, abraços, carinhos e muito beijo na boca.

Melhor deixar o medo de ser feliz de lado. E arriscar-se nessa maravilhosa aventura que é amar!

Ainda não desisti.

4 comentários:

  1. Viver cada dia como se fosse o último é sábio, mas não é fácil.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mas é o que deveríamos fazer... A vida é tão curtinha!

      Excluir
  2. Por isso que digo todo dia "Eu te amo" a todos que quero bem é fazem parte da minha vida!!Eu te amo prima!!!!!bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também te amo, prima! Você está certíssima. Beijo.

      Excluir

Os comentários são de responsabilidade única dos seus autores e não expressam, necessariamente, a opinião do blog.